Fast Reptiles in Slow Mo

Fast Reptiles in Slow Mo

SUBTITLE'S INFO:

Language: Portuguese

Type: Human

Number of phrases: 206

Number of words: 1234

Number of symbols: 5839

DOWNLOAD SUBTITLES:

DOWNLOAD AUDIO AND VIDEO:

SUBTITLES:

Subtitles prepared by human
00:03
Estamos no zoológico de Singapura. -Pode notar. -Sim, estamos. Um dos meus temas favoritos para câmera lenta desde o início é a natureza, especialmente animais. Hoje, focaremos nos répteis rápidos, mais especificamente em como eles comem. Temos alguns comilões ligeiros lá dentro, por que não vemos o primeiro? Certo. SINGAPURA Quando penso em animais rápidos, não dá pra ignorar o camaleão. A língua do camaleão é rápida. É um piscar de olhos, o objeto perfeito para o que gostamos. -E essa coisa? -É o camaleão Parson. CLASSIFICAÇÃO: CALUMMA PARSONII HABITAT: MADAGASCAR -Não é uma coisa. -Não é uma coisa. -É um camaleão. -Isso confunde. Temos a Phantom Flex 4K, teremos cenas incríveis, de alta resolução com mil frames por segundo, e a v2512 ali. Ela vai rodar em oito mil frames só para os impactos e tal. -Vamos alimentá-lo? -Vamos lá. -Estou animado. -O que ele vai comer? Grilos mortos nestas pinças. Acho que ele vai querer. Parece faminto. É? Como é um camaleão faminto? Dá para ver pelos olhos dele. Aqui? Pra mim, está bom. Parece bom.
01:21
-Isso aí. Perfeito. -Meu Deus. MIL FPS -Está faminto. -Está mesmo. -Está atiçando a língua. -Parece uma mola. -Lá vai. -Isso é... A aceleração é incrível porque parece algo gordo saindo devagar, e de repente ele a ejeta. Dá pra ver a parte rígida na língua. -Não sabia que tinha isso. -Sim. -É onde ele tem a propulsão. -O quê? Ele dispara a língua e ela é mole e grudenta. Não sabia disso. E engoliu. Rápido. -Vamos ver neste? -Sim Certo, lá vai. Isso é... É nojento. É apenas a evolução. Olhe só isso. O camaleão não é muito visto, não se sabe o que acontece. A forma que ela toca e esguicha, dá pra imaginar a sensação. Tipo... -É muito estranho. -Uma das mais estranhas que vimos. Muito legal. -Ele é comilão, certo? -É sim. Parece que tem espaço pra outro, então vamos filmar de novo.
02:36
O que acha de segurar o grilo? Quer que eu o faça? Depois que eu falei ser a coisa mais nojenta que vi? -Com certeza que farei. -É isso aí. Tenho um grilo pronto, vou enfiá-lo. Tomara que ele o engula. Parece que ele prefere pela esquerda, vamos fazê-lo agora ir da direita para a esquerda. Enfie-o na frente. -Farei um close. -Certo. Certo, vou enfiar e ver se ele agarra. Pronto? Ele detonou. Cara, teve um som estranho nessa. O brilho da umidade da língua com a luz. -Adorei. -Nojento. -Lá vai. -Olha a veia na língua. Muito estranho. Vai lá, filho. Ele o atacou de longe. Olhe só. Muito esquisito. Ele o beija. Ele foi além da pinça. Parece uma mão pois ela abraça o inseto. -Bela comida. -Se o gafanhoto estivesse vivo, -ele ficaria... -É. Veja, ele piscando. Tipo: "Entre aqui. Entre aqui." -Peguei. -Delícia. É muito rápido.
03:48
Gostaria de ter uma língua dessa, se pudesse? -Acho que não. -Não? -Não precisa usá-la sempre. -Só seria bom se fosse contra alguém comendo cereal e eu o pegaria sem ninguém perceber. Dan, o que acha das cobras? Na verdade, sou de boa. Por ter crescido no Reino Unido, nenhuma pode lhe matar ou mesmo machucar. Acho que nunca vi uma na Inglaterra. Essa é a víbora-do-gabão. CLASSIFICAÇÃO: BITIS GABONICA HABITAT: ÁFRICA SUBSAARIANA Umas das cobras de ataque mais rápido do mundo. Se ampliá-la, ela pode jogar a cabeça a até seis metros por segundo, algo extremamente rápido. -Você pisca e já era? -Literalmente já era porque um piscar de olhos dura cerca de 220 milissegundos. A cabeça dele pode ir de 50 a 90 milissegundos. Por sorte, temos algumas câmeras. Felizmente nossas Phantoms não piscam. Não que eu tenha visto. -Veja como ela se camufla. -Eu sei, muito legal. Elas comem ratos e pássaros, até antílopes e macacos. Não temos macacos... -É uma pena. -...então daremos ratos mortos, torcer para vê-la em ação. Ela tem as presas mais longas entre as cobras. Até cinco centímetros. Acho que ela vai quebrar todos os recordes.
04:54
Não é? A cobra está pronta para atacar. Ela se move um pouco. Acho que está se animando. Meu Deus. Sabe? Pisquei e perdi. É verdade. -Cara. -Minha nossa. -Está tudo na boca dela. -É loucura. Certo, vamos lá. Rodando de novo. É muito rápido, tirou toda a lama. -Assustador. -É a natureza. Foi loucura. O legal é a velocidade que ele ataca... Veja como joga a lama de onde estava. Ele já volta com o rato enquanto ela ainda vai para frente. Ele bate o rosto na lama que ainda segue para frente. Uma presa penetra e a outra ainda fica pra fora. Sendo junto, se eu tivesse duas presas e pudesse controlá-las assim, faz sentido guiar a comida para dentro da boca. Isso foi legal. Acho que não faria o que ele está fazendo. -Bem curioso. -Meio assustador. Ele está de luva. Meu Deus. -Essa foi rápida. Meu Deus! -Ela foi com tudo. Foi muito rápido. Ela não titubeou, e também foi mais longe.
06:16
Sim. -Bem nas costas. -Dá o bote. Foi bem rápido. Também não esperava tão rápido. As presas penetram e então, por causa do ângulo, elas entram assim, deve ser impossível de soltar. Foi um belo ataque. Isso aí, estamos falando de você. -Não fale como se ela fosse fofa. -É fofa. -Acabou de ver o que fez com o rato. -É só a natureza. É justo. Tem um animal que as pessoas acham bem nojento, ele passa muito tempo parado, respira de vez em quanto, -e se misturando com o ambiente. -Ora essa. Não falo de você. Fique tranquilo. Falo do mata-mata. Se quiser filmar algo em super câmera lenta CLASSIFICAÇÃO: CHELUS FIMBRIATA HABITAT: AMÉRICA DO SUL que se move muito pouco, e literalmente cria musgo nas costas? Não parece legal para uma câmera lenta, mas o escarro e sua forma de comer é muito, muito rápida. -Vamos ver. -Certo. -Meu Deus. -Foi rápido. -Minha nossa. -Foi num instante. Certo, vamos olhar de novo. Ele simplesmente engoliu. Parece expandir a garganta para uma maior sucção.
07:43
Queria fazer os efeitos sonoro disso. Viu a lateral da boca? Tipo, os cantinhos? Olhe isso. Tem uma dobrinha no lado. Parece afunilar a água, para aumentar a pressão. -E a boca se dobra. -Sim. Gosto do nariz de porco dele. Eu também. É fofo. Sim. Gosto como as criaturas nojentas podem ser fofas. Ele é fofo. Agora está cheia de água e um peixinho, e depois ele vai soltar pela boca lentamente. Ele deve jogar diretamente para o estômago. Gostaria de fazer isso. Sentar à mesa... "A conta, por favor." Sabe o que também notei no final? -Ele joga pra fora... -Uma gosma. Uma gosma extra. Adorei. A minha impressão é essa... -Essa foi boa. -Sim. De todos, qual você escolheria como forma de comer, de todas elas? Talvez o mata-mata, eu poderia engolir as coisas mesmo debaixo d'água. Ao andar pelos supermercados, você ficaria... Imagina uma tigela de cereal, sendo aquele cágado, e apenas...
08:55
-Adorei. -Já era. Então, o leite vai... Foi uma gravação desafiadora porque não dá para prever o que os animais farão. Mas conseguimos cenas bem interessantes. Podemos aprender com elas. -Isso é o importante. -Eu sei. Esperamos que tenham curtido o vídeo e vejam a segunda parte. Aprenderemos mais sobre como esses animais fazem suas coisas. Inscrevam-se no canal The Slow Mo Guys. Os botões estão aí.

DOWNLOAD SUBTITLES: