4 Italian Linking Structures You Can Use to Boost your Sentences in Italian (Sub)

4 Italian Linking Structures You Can Use to Boost your Sentences in Italian (Sub)

SUBTITLE'S INFO:

Language: Portuguese

Type: Human

Number of phrases: 51

Number of words: 575

Number of symbols: 2927

DOWNLOAD SUBTITLES:

DOWNLOAD AUDIO AND VIDEO:

SUBTITLES:

Subtitles prepared by human
00:00
Olá a todos e bem vindos de volta ao meu canal! Hoje veremos juntos quatro estruturas de que precisamos para criar frases coesas; os conectivos que veremos hoje, na verdade, não são palavras isoladas - como aquelas que sempre vimos nos vídeos anteriores - mas são frases reais e estruturas sintáticas. Veremos apenas 4 hoje, porque são estruturas bastante avançadas - não muito - e portanto é bom focar em alguns de cada vez para assimilá-los melhor, para memorizá-los melhor. O primeiro exemplo que vemos juntos é uma estrutura conectiva ou correlativa correlativa e é "por um lado ... por outro". Também podemos ter a versão com a palavra "parte", portanto "de um lado ... do outro".
01:04
Vejamos alguns exemplos: por um lado estou feliz por eles, por outro me pergunto como eles vão se organizar no tempo. É difícil tomar uma decisão: por um lado sempre há quem te apóia, mas por outro sempre há quem te põe para baixo. Então você vê que as informações que eu organizo nessas duas frases estão em contraste uma com a outra, essas estruturas servem justamente para correlacionar essas duas informações que estão em contraste e permitem que você as coloque na mesma frase. O segundo conectivo que vemos hoje é sempre um conectivo correlativo, é sempre uma estrutura correlativa e é "não só ... mas também". Um exemplo: ele não apenas mentiu para mim, mas também teve a coragem de zombar de mim.
02:11
Ele não apenas se atrasou, mas também se distraiu durante a aula. Portanto, essa estrutura relativa é sempre utilizada - ou na maioria das vezes - no caso de elementos negativos, por isso acrescentamos mais informações, sempre negativas, ao quadro já negativo da situação. O terceiro conectivo que quero chamar sua atenção é "no primeiro caso ... no segundo caso". Vamos ler um exemplo juntos: Existe uma diferença substancial entre o airbag de um carro e o airbag de uma motocicleta: no primeiro caso o dispositivo é colocado dentro do veículo, enquanto no segundo caso está integrado à vestimenta técnica. “No primeiro caso ... no segundo caso” permitem-nos referir-nos a dois elementos anteriormente mencionados,
03:23
sem, no entanto, repeti-los no discurso, para evitar uma repetição que poderia pesar no texto. Portanto, geralmente é usado quando queremos destacar as diferenças entre dois elementos ou entre duas situações. A quarta e última estrutura que quero chamar sua atenção é uma frase adverbial, "a respeito", da qual também podemos encontrar sinônimos, como "sobre", "em referência a". Vejamos um exemplo: Quanto aos jovens formados este ano, não há queda no número durante a pandemia. “O número de exames de pós-graduação não mudou desde o ano passado”, diz o ministro da Universidade e Pesquisa. Essas três estruturas, que de fato podem ser intercambiáveis ​​na frase, porque têm o mesmo significado e a mesma função,
04:31
servem justamente para chamar a atenção do leitor ou ouvinte para um elemento específico. Então, vamos recapitular: Por um lado ... por outro, por um lado ... por outro; não só, mas também; no primeiro caso ... no segundo caso; com relação a, com relação a, com referência a. É isso para a lição de hoje. Espero que este breve vídeo de gramática seja útil para você, também espero que você tenha aprendido algumas informações novas. Se quiser, você pode praticar o uso dessas estruturas nos comentários abaixo. Muito obrigado por assistir a lição de hoje e nos vemos no próximo vídeo. Até logo tchau!

DOWNLOAD SUBTITLES: